quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Evocar o holocausto em hora do conto na BE

Nestas últimas semanas, os alunos do 2.ºciclo recordaram o holocausto de múltiplas formas, vendo o filme “Anne Frank”, lendo o seu diário e outras obras e fazendo desenhos tão interessantes que mereceram uma exposição na entrada do bloco C. 
Na BE, escolhemos, como uma forma de o evocar, falar da não violência, com o conto “O coelhinho branco que queria viver em paz”, da autoria de Johanne Jalifour e Sébastien Guy (traduzido por Carlos Alberto Silva, bibliotecário escolar de Porto de Mós) e publicado pela UNESCO.
À hora do almoço, em sessão de frequência livre, o conto foi lido e explorado com três estratégias delineadas pelos autores (debate sobre a história, reflexão sobre a vida em paz e descoberta de atitudes e comportamentos pacíficos).
Para finalizar, realizaram-se três jogos de coesão do grupo, o que foi muito interessante, dado que, como é habitual nas horas do conto de frequência livre, os participantes pertenciam a várias turmas.
Fica aqui o conto para que o possam ler e apreciar.

Sem comentários:

Publicar um comentário